Joinha do Facebook

A pé, ou de bicicleta, criei o hábito de mandar um “joinha” para os motoristas que me dão passagem para atravessar.

Pode até parecer, mas não estou imitando o “curtir” do Facebook. É um costume que trago desde o Japão.

Sabia que desde pequenos, os japoneses são instruídos a levantar um braço, para sinalizar que pretendem atravessar?

E no final da travessia, viram-se e agradecem curvando-se em direção ao motorista?

A maioria, depois que cresce acaba perdendo esse costume, mas a lição que tirei é o fato de primeiro pedirem a atenção e depois agradecerem.

Simples, não é?

“Gentileza pode gerar gentileza.”

Distribua “joinhas“! Muitos motoristas também vão “curtir“!