No dia 2, eu tinha visto a Lua e duas estrelas extremamente brilhantes bem a seu lado.

Parei por alguns instantes, e pensei que tinha algo estranho ali.

Depois disse a mim mesmo:

É o mesmo céu de sempre, seu louco!

Ao ler este post (http://rafaelnanet.wordpress.com/2008/12/02/acontece-a-nossa-volta/), no dia seguinte, a ficha caiu…

Ei, não eram estrelas! Eram dois planetas, é claro!

Vênus, que eu vejo sempre, e agora Júpiter!

Não fiz o registro fotográfico do dia anterior, onde os astros estavam mais próximos, mas deixo aqui o do dia seguinte.